São Chico também fez história no futebol

São Francisco do Sul é muito conhecido por seus 500 anos de história e cultura. O que muita gente não sabe é que a cidade também já teve destaque no panorama esportivo. Ipiranga Futebol Clube. Esse foi o nome que brilhou nos gramados de futebol a partir de 1924, ano de fundação do clube.
Durante sua trajetória de glória, dois anos foram marcantes na história do time. Em 1936 várias equipes da região se filiaram a ACD para participar do campeonato, entre elas Pery e América de Mafra e os francisquenses Bangu, Atlético e Ipiranga. Esse foi um ano em que nomes como Valentim, Tassuva, Adelino, Laurito, Pedro, Lemos, Nelson, Felipe, Nico, Benê, Pedroca e Júlio escreveram um capítulo a parte na história do Ipiranga.
Esse campeonato foi dividido por zonas. A primeira era formada pelos times de Joinville e São Francisco do Sul, enquanto Mafra e região faziam parte da segunda e terceira zonas.
Na primeira zona o Ipiranga deu um show de futebol e venceu o Bangu e o Grêmio. A partida seguinte foi contra o Caxias, campeão da ACD em Joinville, em que o clube francisquense venceu por 3 a 2. A vitória seguinte foi contra o América, com um placar de 7 a 2.
Muitas outras vitórias marcaram o Ipiranga como a de 3 a 2 na penúltima partida do turno no clássico contra o também francisquense Atlético. No último jogo do turno ganhou de 1 a 0 da Liga São Luiz. No returno o clube continuou demonstrando o melhor futebol: venceu o Bangu por 5 a 1, o Grêmio por 4 a 0, teve uma vitória sobre o América por 5 a 1 e ganhou do Atlético por 3 a 2.
O êxito que obteve na penúltima rodada contra a Liga São Luiz permitiu que o Ipiranga ficasse com o título no jogo contra o Caxias, que resultou em empate de 2 a 2, em jogo realizado no Estádio Ernesto Schlemm Sobrinho. O Caxias ficou como vice-campeão, no jogo contra o Liga São Luiz em vitória por W. O..
Sendo campeão da primeira zona, o Ipiranga enfrentaria na final do campeonato estadual da ACD o Pery SC, de Mafra. Em jogo disputado no dia 17 de janeiro de 1937, no Campo do Caxias, o Ipiranga venceu por 4 a 3. Com isso, consagrou-se como campeão estadual.

Mais Campeonato Estadual

Mais um título foi conquistado pelo Ipiranga. Dessa vez a equipe contou com a atuação de Marona, Tassuva, Adelino, Pedro Lemos, Raul, Rubens, Arturzinho, Gago, Bujão, Pedroca e Valter. Nessa disputa o time enfrentou adversários como o Caxias, jogo que ganhou por 3 a 0. Na semifinal, o clube encarou o campeão da LMF, o Pery e ganhou a partida por 2 a 0. Esse resultado possibilitou que o Ipiranga disputasse a final tendo como adversário o Avaí.
O jogo decisivo aconteceu no campo da FCD. O jogador Bujão, artilheiro do campeonato com três gols, foi fundamental para do êxito o time que aos 25 minutos do segundo tempo fez o único gol da partida. Com o placar de 1 a 0 o Ipiranga conquistou o segundo título do estado.

O Ipiranga hoje

Atualmente o clube é presidido por Laércio Martins Alves, tendo como presidente de honra Osmar Agacy, além de outros membros que compõem a diretoria. A sede própria fica na rua Leôncio Pereira, com amplo salão num prédio de dois pisos que é muito usado para eventos, essa é uma das fontes de renda do Ipiranga. No piso superior há outro salão menor que também pode ser locado para festas. Esse espaço possui mesas de sinuca, ping pong e outros jogos. Outro ponto importante a ser destacado é que de segunda a domingo funciona o restaurante do Mário Cebola que serve almoço.
Outra fonte de renda do clube é a mensalidade paga pelos sócios. Para toda a família cobra-se uma quantia mensal de R$10,00 e sócios individuais R$ 5,00, dessa forma os sócios têm acesso livre à sede e desconto de 50% nos ingressos e shows do Ipiranga.
A novidade do clube é a construção do campo de futebol que já está em fase final e a inauguração prevista para o próximo dia 21 de abril. Nesta data será realizada uma festa para marcar a nova fase do Ipiranga com banda, churrasco e, claro, futebol.
De acordo com o presidente do Ipiranga, há uma série de projetos que devem ser colocados em prática assim que for possível. Uma das ações é incentivar o esporte a crianças e adolescentes francisquenses com a criação de escolinhas de futebol, capoeira e iniciação ao atletismo. Também haverá espaço para que veteranos participem das práticas esportivas.
Todas essas mudanças visam a implementar as atividades relacionadas ao esporte no município e ser mais uma opção de lazer e entretenimento.